Opinião: Galo – Deixando o lado emocional de lado e sendo racional: Para onde estamos indo nessa temporada?

Foto: Pedro Souza / Atlético

No último sábado (25), o Atlético jogou mais um clássico no ano, desta vez contra o América, válido pela rodada 7ª rodada do Campeonato Mineiro. E no jogo que muitos considerava o 3° teste real para a temporada, o Galo mais uma vez não convenceu.

Apesar do time misto, o Atlético entrou em campo como o favorito em campo, mas tal favoritismo não se confirmou no decorrer da partida.

Já nos primeiros minutos, a equipe rival criou as chances mais perigosas para abrir o placar, mas esbarrou em Everson, que repetiu o roteiro contra o Carabobo e fez defesas milagrosas durante todo o jogo.

Durante o jogo, o time não conseguia ter a bola com qualidade e muito menos criar, mas por conta do talento individual de Hulk em mais uma cobrança espetacular de falta, a bola sobrou para Patrick, que abriu o placar a nosso favor. No final do primeiro tempo, o América conseguiu o empate na bola aérea, confirmando mais uma vez um grande problema defensivo nosso desde o início da temporada.

Iniciou o segundo tempo e não tivemos grandes emoções. A falta de repertório e imposição do nosso time colaborou muito com o jogo morno e cansativo para o telespectador, que mais uma vez não viu uma boa exibição.

O empate justo permaneceu, deixando atleticanos e americanos com um gosto amargo na boca, por diferentes razões.

Enfim, o jogo acabou, a temporada continua, mas como torcedores, precisamos imediatamente deixar o lado emocional um pouco de lado, sermos racionais e questionarmos: para onde estamos indo nessa temporada?

O Atlético nessa semana tem um jogo decisivo pela Libertadores contra a fraca equipe do Carabobo, no entanto, diante das exibições abaixo da expectativa, não podemos cravar que será um jogo fácil e tranquilo.

Apesar de invictos, não começamos o ano bem. Os reforços não se encaixaram, o time não deu liga ainda e as notícias de bastidores são cada dia mais preocupantes.

O favoritismo que outrora tínhamos a nível nacional, infelizmente vem se perdendo aos poucos. Se antes éramos candidatos a todos os títulos na temporada, hoje encontramos uma equipe onde somente Everson, Allan e Hulk seriam inquestionáveis nas outras grandes equipes. Se antes os adversários entravam nos respeitando muito mais em campo, hoje encontramos um time apático, lento e burocrático, que não anima o próprio torcedor quando joga.

Galo precisa ligar o sinal de alerta

Portanto, é necessário a torcida ligar o sinal de alerta o quanto antes, deixar o lado emocional um pouco de lado e sermos mais racionais. Não podemos colocar tudo a perder. Falta transparência e precisamos de reforços, pois queremos ver essa equipe competitiva outra vez. Só assim voltaremos a ver o Galo lá em cima, brigando por títulos, lugar em que ele jamais deveria sair.

A opinião de um artigo assinado não reflete necessariamente a opinião do site, é o ponto de vista exclusivo do autor que elaborou o artigo.