Opinião: UMA POESIA DEDICADA AOS 4 ERRES

foto: Divulgação / Atlético

No coração atleticano, pulsa um grito de dor,
Um protesto urgente, contra a gestão sem valor.
Os 4 erres chegaram, cheios de promessas no ar,
Mas suas palavras vazias só fizeram nos enganar.

Rubens, Rafael, Renato e Ricardo, os senhores do poder,
Com suas promessas não cumpridas, só nos fizeram sofrer.
Diziam que o Galo seria grande, forte e imbatível,
Mas o que vemos é um time fraco, cada vez mais incrível.

Prometeram competitividade, riqueza e glória,
Mas o que se vê é o clube se desfazendo, com uma triste história.
Jogadores importantes, cedidos aos rivais,
Enquanto a torcida chora, os adversários riem demais.

Nós, torcedores, cansados de tanta decepção,
Gritamos em único som, exigindo uma solução.
Queremos um Atlético forte, respeitado e vencedor,
Não essa triste realidade que nos causa tanta dor.

Despertem, senhores investidores, para a nossa paixão,
Pois sem uma gestão digna, o Galo perderá a razão.
Cumpram suas promessas, honrem nossa história,
Ou enfrentarão a indignação eterna de nossa memória.

O grito atleticano ecoa pelo ar,
Unidos pelo amor ao clube, não vamos parar.
Somos torcedores, firmes em nosso ideal,
Em busca de um Atlético verdadeiro, leal.

Que a poesia protesto chegue até seus ouvidos,
E que as rimas ressoem como gritos sofridos.
Por um Atlético Mineiro justo e triunfante,
Renovem sua promessa, senhores, antes que seja tarde!