Antes mesmo de estreia, Coudet já tem dor de cabeça para Libertadores

Foto: Pedro Souza / Atlético

Antes mesmo de começar a caminhada para o bi da Libertadores, o técnico Eduardo Coudet já encontra seu primeiro desafio. O Atlético está com poucas opções ofensivas para a estreia no torneio. Três atacantes do elenco já estão fora e outros dois estão de saída.

O principal jogador do time de Belo Horizonte também será desfalque, Hulk está suspenso. Ele é o artilheiro do Galo na temporada, com 10 gols em 12 jogos. Eduardo Sasha seria a primeira opção de substituto do camisa 7, mas o atacante tem negociações avançadas para defender o Red Bull Bragantino.

atlético mg galo hulk

Outro com situação parecida é Ademir, que já foi liberado realizar exames e assinar com o Bahia. Dificilmente o Atlético irá conseguir repor a saída de ambos antes do fim da janela de transferências, que se encerrará em 4 de abril.

Terceira opção de Coudet, o argentino e velocista Pavón também está fora. O atacante segue cumprindo uma punição imposta pela Conmebol em 2021. Naquele ano, o atacante ainda defendia o Boca Juniors e enfrentou o próprio Atlético nas oitavas de final da Libertadores.

Após a eliminação do time argentino, Pavón foi flagrado atirando um dos bebedouros do Mineirão em direção à delegação do Atlético. Em 2023, pagou quatro dos seis compromissos de pena e retornará na terceira rodada da fase de grupos da Libertadores.

atletico mg galo pavon
Pavon também não poderá jogar.

Por fim, o centroavante Alan Kardec se recupera de uma hérnia de disco lombar e dificilmente terá condições de jogo na estreia do time. Além dele, estão no departamento médico os zagueiros Igor Rabello e Bruno Fuchs, o volante Allan e o lateral-esquerdo Guilherme Arana.

Opções para Coudet

Com tantos desfalques, só resta a Eduardo Coudet escalar Paulinho e Eduardo Vargas no ataque. O brasileiro tem tido bom desempenho ao lado de Hulk, com seis gols e quatro assistências em 13 jogos.

O chileno, por sua vez, foi titular em cinco das 11 partidas em que entrou em campo nesta temporada. Ele tem dois gols e uma assistência.

A estreia do Atlético no Grupo G, contra o Libertad, em Belo Horizonte, será no dia 6 de abril. A chave tem Athletico Paranaense, Libertad (Paraguai) e Alianza Lima (Peru).

Rival do Galo solicita árbitros de outro estado na final do Campeonato Mineiro 2023

O América Mineiro, solicitou à Federação Mineira de Futebol (FMF), árbitros de fora de Minas Gerias na final do Campeonato Mineiro contra o Galo .

Já o Atlético Mg prefere árbitros mineiros. A solução será um sorteio na próxima segunda-feira, às 13h (de Brasília), de acordo com o ge.

No regulamento da competição, capitulo 6, artigo 53, é explicado que, caso somente uma das equipes solicite arbitragem de fora de MG, haverá sorteio entre uma equipe de árbitros da FMF e outra indicada pela CBF.

§ 2o Quando houver solicitação de apenas um clube para que a equipe de arbitragem escalada (árbitro e comissão) seja de outra entidade da Federação, a FMF oficiará a CBF para que a mesa indica uma equipe de arbitragem para participar do sorteio e a outra equipe será indicada pela Comissão de Arbitragem da FMF.

O presidente do América SAF, Marcus Salum, explicou á Rádio Itatiaia os motivos que levaram o clube solicitar árbitros de fora.

Time de Coudet está em sua 17ª final seguida do Campeonato Mineiro

 É uma final de campeonato. A Federação já está evoluindo, os árbitros estão evoluindo. Tem árbitros com condições de apitar uma final. Mas o histórico de finais nos mostra que nós estamos jogando com uma torcida gigantesca, com uma torcida menor, e que a pressão sempre influenciou nos jogos. Então, por esse motivo, o América racionalmente quer que um juiz de fora (de MG) apite o jogo. Não é uma desconfiança, mas o histórico não é bom.

Marcus Salum

Os jogos da final do Campeonato Mineiro serão nos dias 1º e 8 de abril. O primeiro jogo é de mando do América, no Independência. Já a grande final, no Mineirão, com o Atlético como mandante.

Por fazer a melhor campanha geral, na primeira fase, o time de Coudet joga por dois empates ou vitória e derrota, pelo mesmo saldo de gols, para conquistar o tetracampeonato estadual. O Coelho não é campeão desde 2016.