Atlético orientou Vargas a registrar B.O contra ameaças sofridas da Galoucura, afirma portal

No último fim de semana, o atacante do Atlético, Eduardo Vargas, por pouco não foi encontrado pela Galoucura, maior organizada do clube em uma casa de show em Belo Horizonte, no seu dia de folga. A organizada chegou ao local e o atleta já havia ido embora.

Porém, em redes sociais, Josias TOG, presidente da organizada mandou um recado ao atleta e para a diretoria, pedindo que o contrato do atleta fosse rescindido.

E de acordo com o portal Central do Galo, o atacante chileno foi orientado pelo clube a registrar um Boletim de Ocorrências contra a torcida pelas ameaças sofridas por ele.

“O Galo entende que o jogador não estava em horário de trabalho e orientou o atleta para que, junto com o chefe de Segurança do Clube, registrasse um Boletim de Ocorrências em relação às ameaças sofridas”, afirmou o portal.

Felipão completa 15 jogos no comando do Atlético; veja aproveitamento

Atlético - Felipão

Foto: Pedro Souza/Atlético

Neste último fim de semana, no jogo entre Atlético e Furacão, na Ligga Arena, pelo Campeonato Brasileiro, o técnico Luiz Felipe Scolari chegou a marca de 15 jogos no comando técnico alvinegro. O objetivo é melhorar o aproveitamento até o fim da temporada, visando uma classificação direta à Copa Libertadores da América.

Ao todo, nas 15 partidas disputadas com o treinador, o Galo tem apenas três vitórias, além de seis empates e seis derrotas. Logo, o aproveitamento é de 33,3%, número bem próximo daqueles times que estão na zona de rebaixamento do Brasileirão.

Já observando o recorte dos últimos seis jogos, o aproveitamento do Atlético é de 61%. Assim, caso esse desempenho seja repetido até o final do campeonato nacional, o time mineiro termina a competição nacional com 60 pontos, número que, de acordo com o Departamento de Matemática da UFMG, tem 97% de chance de significar classificação para a próxima edição da Libertadores.