Atlético-MG perde para o Corinthians e segue sem vencer no comando do Felipão

Foto: Pedro Souza / Atlético / Divulgação

O primeiro a assustar o Corinthians foi Róger Guedes, que obrigou o goleiro Everson a fazer uma grande defesa logo no início da partida. Mesmo após uma semana complicada em que revelou a suposta traição da esposa, o goleiro Galo mostrou muita qualidade para barrar o gol do Corinthians.

Já o time alvinegro surpreendeu e mostrou que o time não pode descuidar do ex-jogador do clube, que é o grande destaque do Timão.

A primeira oportunidade do galo no primeiro tempo surgiu aos 35 minutos, quando Pavón invadiu a área adversária e chutou à baliza. Desta vez foi Cássio quem teve de fazer uma boa defesa para evitar o gol.

O Atlético já sabia que não poderia jogar com Róger Guedes. O erro do lateral-direito de Mariano custou caro. Ele fez um passe errante que caiu aos pés de Yuri Albert. O atacante jogou exatamente para Róger Guedues. O ex-Galo passou pela defesa do Atlético para abrir o placar.

Uma disputa na prorrogação entre Igor Gomes e Paulinho empolgou Massa, mas era muito cedo e Kohout foi vaiado ao vestiário.

O Atlético voltou ao segundo tempo com três alterações: Pedrinho no lugar de Mariano, Rúbens no lugar de Arana e Vargas no lugar de Kardec, que esteve praticamente ausente na primeira fase.

O time ficou mais ofensivo e foi atrás do Corinthians. Mas um chute de longe de Battaglia e outro de Pedrinho resumiram o segundo tempo de Gala na partida. Após o quinto jogo sem vencer, os jogadores ouviram muitas batidas nas arquibancadas