Galo e Cruzeiro lançam juntos camisa em homenagem ao Outubro Rosa: “Deixe a rivalidade para os 90 minutos”

Foto: Divulgação/Galo

A manhã desta sexta-feira foi marcada por um feito raro entre Galo e Cruzeiro. O perfil oficial dos dois clubes publicaram a mesma mensagem em homenagem ao Outubro Rosa.

Na postagem os clubes se unem para incentivar a campanha sobre o “Outubro Rosa”, que faz alerta para o combate do câncer de mama no Brasil. Vale lembrar que ambos os clubes possuem o mesmo patrocinador de material esportivo.

“Deixe a rivalidade para os 90 minutos! No mês de combate ao câncer de mama, quanto maior a nossa torcida, melhor!
@Cruzeiro e @atletico chegam juntos nesse Outubro Rosa!
@adidasbrasil  #criadocomadidas”

Ambos os clubes devem utilizar o uniforme na próxima rodada do Campeonato Brasileiro. O Galo entra em campo neste sábado, diante do Fluminense, enquanto o Cruzeiro joga na próxima quarta, contra o Ituano no Mineirão.

Cuca aponta jogadores do Galo como culpados de não ser mais cotado para a Seleção Brasileira: ” afundamos juntos…”

Galo Cuca
Foto: Pedro Souza / Atlético

O Galo vive uma temporada muito complicada, já que tinha forte expectativa de conquistar títulos importantes, mas acabou sendo eliminado das competições eliminatórias e vê as chances de título brasileiro quase nulas.

Após mais uma derrota em casa, o técnico Cuca abriu o jogo sobre o momento do Galo e apontou os jogadores como culpados de não ser mais cotado para a Seleção Brasileira, mas também afirmou que quando foi cotado, foi pelo trabalho dos jogadores.

Em 2021, era cotado para assumir a Seleção Brasileira, agora não sou mais. Por quê? Por causa deles (jogadores), mas eu era candidato a ir à Seleção também por causa deles, então eu não posso reclamar deles. A gente está no barco juntos, ou afundamos juntos, ou saímos dessa juntos, eu não largo não. Depois, se os números não tiverem bons, fazem mudanças.

Cuca

Cuca ainda afirmou que é um ano muito ruim para o Galo, mas reconheceu que já teve anos piores na história do clube. Segundo o treinador do Galo, não é o momento de tratar como catástrofe.

É um ano ruim para o Galo, mas tiveram anos piores. Momento delicado, muito ruim que a gente vive. Mas não podemos fazer uma catástrofe disso, que aí piora. E agora que vão vir as críticas, eu sei. Nós somos o atual campeão do brasil, atual campeão do Brasileiro. Se pegarmos os dois títulos desse ano, Supercopa e Mineiro, nenhum time do Brasil teve, em um ano e meio, cinco títulos. Não podemos colocar fogo, que nada presta, que tem que trocar tudo. Esses caras já provaram que tem a valia deles, e hoje estão sofrendo, nenhum jogador está feliz.

Cuca