Crise no Galo? Comentarista DETONA atitude de Hulk após derrota pelo Brasileirão no último domingo; Confira

Foto: Pedro Souza / Atlético

O Galo teve mais uma partida complicada no domingo, diante do Athletico no Mineirão. Com gol no último lance, a equipe comandada por Cuca foi derrotada por 3 a 2.

Após a partida, o atacante Hulk soltou o verbo e afirmou que a culpa é dos jogadores pela má fase do time. Segundo ele, o Galo precisa ser mais inteligente e segurar os resultados.

É nítido, são erros nossos. Quando estiver ganhando, saber segurar o resultado. É o que a gente fazia muito bem no ano passado, mas neste ano estamos com muitas dificuldades. As finalizações precisamos caprichar mais. Está na hora da gente ter vergonha na cara, experiência, se não vamos ficar apenas lamentando.

Hulk
Galo
Foto: Pedro Souza / Atlético

O comentarista Fábio Luciano, da ESPN, condenou a atitude de Hulk. Segundo ele, o jogador deveria primeiro ter este papo no vestiário com os jogadores, e não falar na imprensa.

Eu não gosto da declaração de Hulk. Eu respeito demais, acho que poderia trazer isso a público de uma outra forma. Mas assim, de cabeça quente, final da partida, eu gosto primeiro da conversa no vestiário. Como capitão, referência e treinador. Primeiro passa pelo vestiário, depois você coloca para a imprensa. A gente já fala de treinador que vai pra coletiva de cabeça quente, ele coloca o dedo na cara de um monte de jogador. Como isso reflete no vestiário? Para o jogador também tem isso, é até maior assim a indignação do vestiário pois você tem esse cara como companheiro de dia a dia. É como se fosse um irmão de trabalho. Eu tenho muito isso comigo, é minha linha, minha opinião. Volto a dizer, seria melhor o Hulk levar isso para o vestiário inicialmente.

Fábio Luciano

Cuca atinge marca histórica comandando o Galo; confira

Foto: Pedro Souza/Atlético

O técnico Alexi Stival se tornou, na noite deste último domingo (07), o quarto técnico com mais partidas à frente do Atlético ao lado de Barbatana. A marca, no entanto, foi alcançada com um amargo revés diante do Athletico-PR, pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro, no Mineirão. O Galo chegou a ficar à frente no placar duas vezes durante a partida, mas acabou levando o empate e a virada aos 50 minutos da etapa final no Gigante da Pampulha.

Atlético-MG x Athletico-PR no Mineirão.
Foto: Pedro Souza/Atlético

Assim, Cuca chegou a 227 jogos ocupando a área técnica do clube alvinegro, sendo 128 vitórias, 49 empates e 50 derrotas. Em suma, o treinador coleciona três passagens pela Cidade do Galo até o momento: a primeira de 2011 a 2013, a segunda em 2021 e a terceira que teve início em julho deste ano.

Além disso, o treinador ainda é considerado o mais vitorioso da história do Atlético, somando três Campeonatos Mineiros (2012, 2013 e 2021), um Campeonato Brasileiro (2021), uma Copa do Brasil (2021) e uma Copa Libertadores (2013).

O treinador igualou os números de João Lacerda Filho, o Barbatana. O ex-meio campista atuou pelo Galo na década de 1950 com 37 jogos e cinco gols. Depois de aposentado, dirigiu o time mineiro em 227 partidas, sendo 143 vitórias, 56 empates e 28 derrotas.

Confira o ranking de técnicos que mais comandaram o Atlético na história:

1° – Telê Santana – 434 jogos

2° – Procópio Cardoso – 328 jogos 

3° – Levir Culpi – 320 jogos

4° – Barbatana e Cuca – 227 jogos